18 de outubro de 2010

Hurted.

A vida passa muito rápido, um dia você se senta só em uma grande casa vazia e percebe que não viveu como queria, que não aproveitou o quanto queria. E existem tantos modos de vida que as vezes você se perde entre eles, você chega nesse mundo sozinho, e um dia vai embora sozinho novamente. Você não sabe o que fazer, para onde ir. Você tem um milhão de sentimentos dentro de você mas não sabe o que fazer com eles, e não há uma forma de eternizar os bons ou expulsar os maus. Os problemas vem e eles vão da mesma forma, assim como as coisas boas. Se você para para pensar, pode ficar parado o resto da sua vida, apenas sonhando e desejando. Se você for atrás do que quer, vai cair e se machucar, mas vai se levantar para cair novamente, e é assim que todos caminham, tropeçando nos próprios passos. E por mais que haja amor, que haja amizade, a vida é um longo caminho que você trilha sozinho.


I hurt myself today, to see if I still feel. I focus on the pain, the only thing that's real. The needle tears a hole, the old familiar sting. Try to kill it all away but I remember everything. What have I become, my sweetest friend? Everyone I know goes away. In the end.

Um comentário:

  1. Lembro que li esse post no teu fotolog. Gostei muito e concordo com ele.

    ResponderExcluir